vendredi 5 février 2016

DANDA LIDERA “GOVERNO SOMBRA” DA UNITA

2 Fevereiro 2016
Foto de Jacinto Figueiredo


O líder da UNITA, Isaías Samakuva, indicou no último fim-de-semana, em Luanda, o vice-presidente, Raul Danda, para dirigir o “governo sombra” tendo definido as suas principais atribuições e planos imediatos.

O líder do principal partido na Oposição anunciou em Luanda, Domingo, que o seu “excutivo” deverá trabalhar “juntamente com os sectores da mobilização, da reinserção dos ex-militares e do poder local”. Para o político, o trabalho dos membros do seu “governo” servirá para demonstrar aos servidores públicos “a capacidade da UNITA mudar para melhor a situação que o país vive”.


No discurso que pronunciou no final de um seminário metodológico dirigido a quadros e militantes, Samakuva apelou aos participantes a manterem uma boa conduta social, “evitando o radicalismo na transmissão da sua mensagem, limitando-se apenas a dizer a verdade sobre a situação do país e de divulgar o seu projecto de sociedade e o programa para salvar os angolanos do sofrimento”.


O líder da UNITA assegurou que, uma vez no poder, o seu partido não se irá vingar de ninguém e considerou como sendo “mentiras e falsidades históricas”, as insinuações feitas pelos seus detractores neste sentido. “Há muita gente que fez muito mal a este povo e a este país que tem medo da UNITA porque pensa que a UNITA vai se vingar um dia. Por isso pintam-na de preto e atribuem à UNITA muitas mentiras e falsidades históricas”, declarou.

Aucun commentaire:

Publier un commentaire