mercredi 15 juillet 2015

Casa Militar do Presidente da República volta a perseguir Deputado Liberty Tchiyaka


O Secretariado da Comunicação e Marketing da UNITA denuncia que o regime ditatorial do MPLA continua na sua lógica de perseguir e eliminar os seus adversários políticos, violando de forma flagrante os pressupostos do estado democrático de direito e o espirito de paz e reconciliação nacional, celebrados em Bicesse, em 1992.

Liberty_Voa.jpgNeste quadro, encontra-se no Huambo, desde o passado sábado, 11 de Julho do ano em curso, uma equipa de 5 operativos da Casa Militar do Presidente da República, com a missão de executar o plano de assassinato do Deputado à Assembleia Nacional e Secretário Provincial da UNITA, Liberty Tchiyaka.


O Secretariado da Comunicação e Marketing da UNITA exorta a opinião nacional e internacional para o perigo que tal macabro plano representa para a estabilidade em Angola e insta os órgãos competentes do estado angolano a tomar medidas que se impõem, não só para desencorajar acções dessa natureza como também responsabilizar os que se sentem realizados matando cidadãos deste país.

Exorta os militantes, simpatizantes e amigos da UNITA, assim como os cidadãos angolanos em geral a estarem vigilantes perante tendências sanguinárias do Executivo do Presidente José Eduardo dos Santos.

Aucun commentaire:

Publier un commentaire